fbpx

Dentro do esforço para compensar os danos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus, o senador Lasier Martins (Podemos-RS) apresentou projeto que suspende até o fim do ano o pagamento de dívidas junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Conforme o PL 4377/2020, essa suspensão depende do desejo manifesto do devedor, que voltará em janeiro de 2021 a pagar, com acréscimo ao prazo original de amortização da operação de crédito do número de meses em que durar a suspensão, sob as mesmas condições e juros.

O senador ressaltou que a pandemia gerou uma das maiores crises sociais e econômicas da história, colocando milhares de empresas em dificuldade financeira. “Esses negócios precisam de socorro público para evitar uma série de falências, com efeitos nefastos sobre os empregos e sobre a própria capacidade de retomada da economia”, sublinhou o senador.

A medida proposta pelo senador é por prazo curto, mas ajudará a melhorar o fluxo de caixa das empresas, sem prejudicar as finanças do banco público. Ele lembra que a iniciativa de suspender os pagamentos foi tomada pelo próprio BNDES em março, mas ela se encerra em setembro. “No contexto atual, é imprescindível a renovação da medida”, disse Lasier.