Projeto do senador Lasier barra incentivo fiscal a exposição artística que incite crimes como a pedofilia

As recentes polêmicas envolvendo exposições artísticas com incentivo fiscal que agridem às leis e aos bons costumes levaram o senador Lasier Martins (PSD-RS) a protocolar hoje (29) projeto que altera a Lei Rouanet (8.313/1991), para impedir o apoio com dinheiro público a manifestações que incitem práticas de crimes como a pedofilia. “Minha intenção é garantir o respeito às normas legais”, resumiu o senador. Um dos episódios que motivaram o projeto é a exposição “35º Panorama da Arte Brasileira – 2017”, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), iniciada em 26 de setembro último e a se encerrar em 17 de dezembro. Em uma das instalações, os visitantes s&at ilde;o convidados a tocar um coreógrafo nu. As fotografias e vídeos com crianças participando da atividade vêm despertando indignação do público. Outra situação com incentivo fiscal e que gerou igual espanto ocorreu no Museu de Porto Alegre, envolvendo obras de 85 artistas. Algumas peças foram acusadas de incentivar a pedofilia e zoofilia, bem como a de agredir valores religiosos. A forte crítica do público provou o encerramento prematuro da exposição.

 

Assessoria de Imprensa


Lasier critica falta de sinalização do Governo Federal em atender os pleitos do Rio Grande do Sul